quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Os 9 (nove) estilos de Carlos Drummond

Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) foi o escritor mais extraordinário da literatura brasileira. Sua obra atravessou todo o período modernista (produziu de 1922 até meados de 80); não fez só poesia, destacou-se também em Prosa conquistando o título de um dos melhores cronistas da litertura brasileira.
Nos principais vestibulares o que mais é cobrado acerca de Drummond é a sua poesia. Muitas são as obras (originais ou antológicas) que os vestibulandos têm de ler e interpretar para as provas. O próprio Poeta, talvez já imaginando a angústia dos estudantes, classificou sua obra poética em 9 (nove) temas fundamentais. Entre aspas, anotações de Drumond:

1. o indivíduo: "um eu todo retorcido";
2. a terra natal: "uma província: esta";
3. a família: "a família que me dei";
4. amigos: "cantar de amigos";
5. o choque social: "na praça de convites";
6. o conhecimento amoroso: "amar-amaro";
7. a própria poesia: "poesia contemplada";
8. exercícios lúdicos: "uma, duas argolinhas";
9. uma visão, ou tentativa de, da existência: "tentativa de exploração e de interpretação do estar-no-mundo".

Leia alguns poemas de Drummond

Biografia de Carlos Drummond

Fontes: www.folha.com.br