domingo, 17 de agosto de 2008

O sujeito e as contrações

Quando as contrações entre pronome e preposição, especialmente aquelas constituídas pelas preposições de e em seguidas dos pronomes pessoais de terceira pessoa [ele(s), ela(s)], estiverem se referindo não ao pronome em si, mas ao verbo, é obrigatório manter separadosomente em orações subordinadas reduzidas de infinitivo. cada um dos elementos da contração. Isso se dá, no entanto,
As orações reduzidas não possuem qualquer conectivo (pronome relativo ou conjunção) ligando-as à oração principal. Dessa forma, como o pronome da oração reduzida exerce a função de sujeito, deve-se mantê-lo na sua forma simples. As contrações entre pronome e preposição ocupam sempre a posição de complementos, nunca a de sujeitos da oração.
Exemplos:
  1. O fato dele trabalhar não muda minha decisão sobre seu futuro. [Inadequado] O fato de ele trabalhar não muda minha decisão sobre seu futuro. [Adequado]
  2. A maneira dele falar impressionava a todos. [Inadequado] A maneira de ele falar impressionava a todos. [Adequado]
Em contraste com esse emprego, temos a contração empregada adequadamente, por exemplo, como complemento nominal:
  1. Esse era o jeito dele. [Complemento Nominal]
  2. Esse era o jeito de ele ver o mundo. [Sujeito de oração reduzida de infinitivo]

Fonte:: Mini Gramática On-line

2 comentários:

Zodstela disse...

Valeu Jefersandro! Também sou professora e estou doida aqui preparando uma aula sobre este assunto. Só há sites pouco práticos!
Abraço
Stela (stelazod@uol.com.br)

Jefersandro Jácome disse...

Seja sempre muito bem vinda, Zodstela!

Abraços!