quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Línguas Indo-Européias

Algumas línguas que apresentam semelhanças na fonética e na morfologia são agrupadas em famílias. Diz-se que todas elas se desenvolveram a partir deu uma língua comum ou principal (proto-língua)
Uma dessas famílias é a do tronco indo-europeu da qual pertencem sete das dez mais faladas do globo (inglês, hindi, espanhol, russo, bengali, português e alemão). A difusão do "dito" tronco foi motivada pelas colonizações que se deram em meados do século XV.

Línguas que fazem parte do tronco indo-europeu:
o grego, o latim, o céltico, o germânico, o eslavo, o báltico, o albanês, e o armênio.



Segue abaixo cada língua originada de suas ramificações
Grego => grego moderno;
Latim =>
português, francês, espanhol, italiano, provençal, romeno, reto-românico, sardo e dalmático (extinto);
Céltico =>
gaulês, britânico, gaélico (Irlanda) e o bretão;
Germânico =>
gótico (extinta), nórdico (islandês, norueguês, sueco e dinamarquês) e ocidental (alemão moderno, holandês), frisão (norte da Holanda), e inglês moderno;
Eslavo =>
búlgaro, servo-croata, esloveno, russo, ucraniano, tcheco e polonês.
Báltico =>
velho-prussiano (desaparecido nó século XVII) e o lituano;
Albanês => albanês moderno;
Armênio =>
armênio (República da Armênia, Geórgia, e em certas regiões da Síria, Turquia e Bulgária.


Muito bom lembrar que a Linguística é ciência nova e ainda nos restam muitas pesquisas sobre a evolução dessas línguas no tempo, espaço e sociedade. O albanês, por exemplo, ainda não se tem estudos profundos sobre sua origem, o russo, apesar de ser do tronco indo-europeu pertencente ao Eslavo, tem seu alfabeto derivado do grego (cirílico).
O que nos resta apreciar e compreender seu processo.

Abraços do Jacaré.

Fontes: www.wikipedia.com.br
www.filologia.org.br



Nenhum comentário: